A cultura da vinha está presente na Herdade Grande desde 1920, mas o património vitivinícola atual começou a ser desenhado em 1980, com a plantação das vinhas que começaram a configurar os atuais 60 hectares em produção.

A área acolhe uma grande diversidade de castas nacionais e internacionais, selecionadas tendo em conta a adaptabilidade ao terroir e a forma como expressam a identidade dos vinhos alentejanos e, em particular, da Vidigueira.

Os grandes vinhos começam na vinha

O projeto Herdade Grande é caracterizado pelo cunho experimentalista e inovador implementado, desde 1980, por António Lança, traduzindo-se na conjugação das emblemáticas castas da região com aquelas que acrescentam novas interpretações do terroir da Vidigueira, complementando assim o carácter único dos vinhos produzidos.

Castas Tintas: Aragonez, Alicante Boushet, Trincadeira, Syrah, Touriga Nacional, Touriga Franca, Alfrocheiro, Tinta Grossa, Tinta Caiada e Cabernet Sauvignon.

Castas Brancas: Antão Vaz, Alvarinho, Arinto, Chardonnay, Perrum, Rabigato, Roupeiro, Rabo de Ovelha, Sauvignon Blanc, Semillion, Viosinho e Viognier.


A
abordagem

Entre a viticultura e o trabalho na adega, a Herdade Grande implementa os processos que melhor
potenciam a identidade, tradição e expressão diferenciadora dos vinhos produzidos.

Campanha PáscoaPáscoa

Don’t miss out on our biggest sale of the year. Get 70% OFF on our selected products.